Comung participa de encontro que debate ações do primeiro ano do pacto universitário


Comung participa de encontro que debate ações do primeiro ano do pacto universitário

O Pacto Universitário pela Promoção do Respeito à Diversidade, Cultura da Paz e Direitos Humanos completa um ano em 2017. Para marcar a data, um encontro ocorre nesta terça e quarta-feira, dias 5 e 6 de dezembro, na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em Brasília. O evento conta com a participação de representantes de 65 instituições de educação superior, entre elas a secretária executiva do Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung), Jaira Puppim, que representa o Consórcio e a Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (Abruc).

 

O encontro possibilita que as instituições apresentem suas iniciativas e troquem experiências. Atualmente, 320 instituições participam do pacto. Do total, 180 universidades, centros universitários, faculdades e institutos já concluíram a elaboração de seus planos de trabalho nos eixos de ensino, pesquisa, extensão, gestão e convivência. Outras 60, aproximadamente, estão na fase de formação do comitê gestor e outras 80 na de elaboração do plano de trabalho.

 

O pacto é uma iniciativa realizada pelo MEC, com o apoio do Ministério dos Direitos Humanos, para a promoção da educação em direitos humanos na educação superior. É aberto à adesão das instituições de educação superior e de entidades apoiadoras. O objetivo é superar a violência, o preconceito e a discriminação e promover atividades educativas de promoção e defesa dos direitos humanos nessas instituições.

 

Foto: Divulgação/MEC