UPF sedia encontro do MBA em Gestão de Instituições de Ensino Superior do Comung


UPF sedia encontro do MBA em Gestão de Instituições de Ensino Superior do Comung

Qualificar os gestores das instituições que integram o Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung) para os desafios que se apresentam às universidades perante os novos e futuros cenários foi o objetivo proposto pela 3ª edição do MBA em Gestão de Instituições de Ensino Superior. A formação iniciou no segundo semestre de 2015 e reuniu representantes das 15 instituições integrantes do Comung, os quais, ao longo de dois anos, se capacitaram, desenvolvendo habilidades de liderança, de empreendedorismo, de inovação e de gestão.

 

A conclusão da formação se deu nesse domingo, dia 10 de dezembro, na Universidade de Passo Fundo (UPF), oportunidade em que foi lançado o livro “Desafios da gestão universitária III”, que congrega os trabalhos produzidos no curso. Após a solenidade de certificação dos concluintes do MBA em Gestão de Instituições de Ensino Superior, foi realizado um jantar de confraternização.

 

Concluindo as atividades, nesta segunda-feira, dia 11 de dezembro, foi realizado um seminário denominado “Encontro do MBA em Gestão de Instituições de Ensino Superior do Comung”. O evento contou com a participação do reitor da UPF e presidente do Comung, professor José Carlos Carles de Souza, e com uma conferência do presidente da Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (Abruc), João Otávio Bastos Junqueira.

 

Na oportunidade, foi realizada a apresentação de dados do grupo de pesquisa Identidade x Imagem institucional das universidades comunitárias no sul do Brasil, realizado em parceria pela UPF, UCS, Univali, Unesc e o Instituto de Educação da Universidade de Londres (IOE). Um fórum debateu o tema “Os rumos das IES Comunitárias” e foi realizada uma assembleia de reitores do Comung com a participação do presidente do Sindiman, Oto Roberto Morschbaecher.

 

Formação e qualificação

O curso de MBA em Gestão de Instituições do Ensino Superior nasceu da percepção das instituições comunitárias a respeito da necessidade de formação e qualificação dos seus gestores, com uma proposta que propicia uma visão ampla e integrada sobre a gestão universitária no contexto das transformações educacionais mundiais e que considera a natureza da universidade comunitária. A coordenação do curso é da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e a primeira edição foi realizada entre 2011 e 2013; a segunda, entre 2013 e 2015; e a terceira edição, entre 2015 e 2017.

 

Para o presidente do Comung e reitor da UPF, o Consórcio tem se preocupado com a gestão das 15 instituições que compõem o Comung e o encontro está relacionado ao momento atual. “Hoje, é necessário que estejamos preparados para a gestão das universidades, em razão do contexto e da conjuntura que nos cerca, o que exige daqueles que estão à frente das instituições uma postura diferenciada. Deixamos de fazer a gestão romântica da universidade pela universidade, para termos uma visão mais pragmática e direcionada no resultado daquilo que precisamos, sobretudo dos resultados acadêmicos”, ressalta José Carlos. O MBA, segundo ele, vem exatamente no contexto de formar profissionais para estarem à frente da alta gestão das instituições.

 

Conforme o presidente da Abruc, o momento atual exige que as universidades comunitárias possam olhar para dentro, para seguir prestando um serviço de excelência na educação superior e com o envolvimento comunitário na prestação de serviços, uma característica dessas instituições. “O caminho é a união. Precisamos articular para conseguirmos fazer juntos o que for em comum. Encontros como esse são fundamentais para que as pessoas se encontrem e troquem experiências”, afirmou.

 

Ampliando a visão de gestão

Já participaram, como alunos do curso, 88 gestores das instituições pertencentes ao Consórcio. Além da formação intelectual e da troca de experiências entre os participantes, o curso contou com um módulo internacional, um espaço de observação das práticas desenvolvidas em instituições de ensino superior internacionais conceituadas em ensino, pesquisa e inovação. Nesta edição, o módulo levou os alunos ao Canadá, onde puderam conhecer as diferentes realidades culturais e organizacionais e comparar diferentes experiências no exterior em relação ao que vem sendo praticado nas instituições comunitárias gaúchas.

 

Da UPF, participaram do MBA a vice-reitora de Graduação, Rosani Sgari, e o vice-reitor Administrativo, Agenor Dias de Meira Junior. A iniciativa de fazer o encerramento do curso em Passo Fundo se deu por parte dos vice-reitores e pelo desejo expresso dos demais participantes do curso em conhecer a UPF.

 

Conforme o vice-reitor Administrativo da UPF, a formação proporciona uma visão geral da instituição de ensino superior comunitária. “É possível avaliar aspectos de gestão e acadêmicos da universidade, uma contribuição grande para quem atua como gestor. Além disso, ocorre um networking importante, que se configura como uma oportunidade de conhecer outros gestores e trocar conhecimento”, avalia.

 

Para Rosani, o MBA representa crescimento, inserção no mundo das instituições de educação superior, que rompe os muros internos. “Muitas vezes, os gestores estão tão centrados nos desafios do cotidiano que se distanciam das questões estratégicas pertinentes às instituições. Ter esse conhecimento nos vincula à realidade, para entender qual a universidade possível num cenário como esse e perceber quais as inspirações recebemos nas visitas que fazemos a diferentes universidades”, destaca ela, enfatizando que foram aprendizagens significativas que impactaram nas ações já implementadas na área de graduação da UPF. “Foram dois anos de estudos intensos e significativos”, disse.

 

Fotos: Gelsoli Casagrande